Suicídio ao Vivo: Não Queira Ver Alguém se Matando

suicidio ao vivo
Compartilhe!

Sabe por que dizemos que a causa do suicídio é a paralisação do pensamento? Pois apenas uma pessoa com pensamento seco digita no Google “suicídio ao vivo”.

E por falar nisto, confesso que sinto uma estranha repulsa ao saber que, todo mês, 880 pessoas digitam no Google “suicídio ao vivo”.

Se este foi o seu caso, saiba que o suicídio é um crime cometido contra as leis naturais da natureza.

Isso quer dizer que quem tira sua própria vida vai continuar preso ao seu sofrimento, suas dores e aflições pelo mesmo tempo que ficaria “encarnado” se não tivesse se precipitado.

Quem procura assistir a um suicídio ao vivo deveria se envergonhar, pois não há nada mais bizarro e sombrio do que presenciar tamanha atrocidade.

Apenas um ser ligado às baixíssimas vibrações energéticas do universo tem a capacidade de ligar-se às trevas de outro ser humano e, desta forma, alimentar as trevas de si mesmo.

Entenda a Imundície Moral, Física e Espiritual de Procurar Suicídio ao Vivo

Dentro os mais baixos seres da Terra estão aqueles que adotam o mal com persistência.

Me pergunto se há ação mais vil, mesquinha, egoísta e cruel do que procurar suicídio ao vivo na Internet?

Na perspectiva espírita, o suicídio “não apaga uma falta: ao contrário, em vez de uma falta, haverá duas. Quando se teve a coragem de praticar o mal, é preciso ter-se a de lhe sofrer as conseqüências.”

A vida na matéria deve ter limite sobre todos os pontos de vista.

Pois tudo que passa do limite fica vazio.

Ainda de acordo com o ponto de vista espírita, descrito no Livro dos Espíritos, “é sempre culpado aquele que não aguarda o termo que Deus lhe marcou para a existência.”

Pois tudo na matéria tem início, meio e fim: nada é eterno na carne.

As fraquezas morais que vivemos, com este procedimento cruel e nefasto destes seres das trevas que buscam assistir a um suicídio ao vivo tem uma razão.

Desde 1935, quando a natureza mudou de fase, a humanidade começou a se desequilibrar como nunca antes em sua história.

Isso acontece pois a mudança da natureza teve uma consequência fundamental: o enfraquecimento do pensamento.

Vivemos num conjunto elétrico e magnético formado por sete partes: sol, lua, estrelas e planetas, água, terra, animais e vegetais.

E quem busca assistir ao suicídio ao vivo de outro ser humano está ligado aos reinados, às partes mais deformadas e desprovidas de virtudes de conjunto deformado, degenerado, poluído e enfraquecido de que somos produto.

Optimized-cta quero encontrar o livro Universo em Desencanto

Suicídio ao Vivo, uma Tragédia Anunciada

Cercado dos mais baixos seres invisíveis da hierarquia elétrica e magnética, quem busca se distrair com um suicídio ao vivo é um condenado por natureza.

Sua curiosidade cruel apenas não é maior do que sua imundície energética, comandado pelos seres dos mais baixos mundos, das mais baixas vibrações do astral térreo.

Mal sabe que alimentado-se da dor alheia está fortalecendo seus acompanhantes das trevas, dando-lhes o precioso alimento para depois serem devorados por estes seres escuros, asas negras, no momento de suas transformações.

Estes pobres homens, que buscam entreter-se com suicídio ao vivo pela Internet são os mesmos que se divertiam assistindo às torturas de tranos de outrora como Nero e César.

Fica o aviso: quem semeia ventos, colhe tempestades.

Quem fizer dívidas com a natureza vai pagar.

Refreiem seus instintos mais baixos, mais repugnantes e repulsivos e procurem se ligar á força mais.

O suicídio ao vivo é um crime hediondo e buscar entreter-se com a morte alheia é papel destas entidades das sombras do astral térreo.

Na verdade, este suicídio ao vivo é alimento destes seres das trevas, que alimentam-se dos fluidos corpóreos, da energia vital da matéria.

Conheça a Verdadeira Vida e Não Perca Tempo com Suicídio ao Vivo

Não proceda como um ser das trevas que se alimenta da tragédia alheia.

Procure conhecer o seu verdade natural que é de energia de massa cósmica pura, limpa e perfeita.

Ao invés de procurar na Internet um vídeo, ou uma transmissão de um suicídio ao vivo, leia o Livro Universo em Desencanto e se ligue ao Verdadeiro Deus, o RACIONAL SUPERIOR.

Entenda Como a Cultura Racional Pode Ajudar quem Pretende Cometer um Suicídio

Os conhecimentos Racionais contidos nos Livros UNIVERSO EM DESENCANTO emanam-se de uma nova Energia no Universo, a Energia Racional. Uma energia extra-cósmica, da verdadeira origem da vida e do Universo.

E com a leitura dos livros a pessoa entra em contato com essa nova Energia que está governando a Natureza, a Energia Racional.

CULTURA RACIONAL NO MUNDO universo em desencantoE todos sem o menor esforço, muito naturalmente, serão orientados em tudo, recebendo as orientações precisas e necessárias para o seu perfeito equilíbrio moral, físico e financeiro, dentro dos seus próprios lares ou onde estiverem.

Portanto, não há necessidade de frequentar lugar algum como templos, sinagogas, igrejas ou casas de pregação. A pessoa passará a ter com quem contar e onde se agarrar.

Serão favorecidos pela força maior do mundo que é a natureza e pelo Poder Supremo do seu mundo de origem, o MUNDO RACIONAL.

Tudo isso por estarem se ligando à nova fase da natureza e vivendo a favor dessa nova fase da natureza, a Fase Racional para o desenvolvimento do raciocínio.

O Raciocínio está localizado na Glândula Pineal ou Epífise, no Istmo do Mesencéfalo. É a razão da vida e tem todo o mapa da formação deste Universo e sua criação.

É o maior potencial do ser humano. É a terceira máquina do cérebro que ainda não foi desenvolvida, a parte central do cérebro.

As outras duas partes do cérebro que já foram desenvolvidas são: o pensamento e a imaginação. Desenvolvidos através de duas forças ou mecanismos feitos pela natureza – as energias elétrica e magnética.

Essas duas energias contribuíram para preparação e desenvolvimento da humanidade até alcançar a fase da civilização.

A CULTURA RACIONAL, nascida em 4 de Outubro de 1935, no Rio de Janeiro – Brasil – é um movimento cultural, pacífico e sem fins lucrativos. Interage nos diversos segmentos da sociedade civil com a missão de levar a Paz, o Amor, a Fraternidade e Concórdia Universal.


Informações Importantes de Organizações que Podem Ajudar quem Deseja Cometer Suicídio

http://www.cvv.org.br/O CVV – Centro de Valorização da Vida realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo por telefone, email, chat e Skype 24 horas todos os dias.

Para obter ajuda basta telefonar para o número: 141.

Você sabe como ajudar a pessoa sob risco de suicídio?

Feito pelo Ministério da Saúde, Organização Pan-Americana da Saúde e Universidade Estadual de Campinas, o Manual de “Prevenção ao Suicídio” traz informações importantes sobre o tema.

“Quando as pessoas dizem “eu estou cansado da vida” ou “não há mais razão para eu viver”, elas geralmente são rejeitadas, ou então são obrigadas a ouvir sobre outras pessoas que estiveram em dificuldades piores.

Nenhuma dessas atitudes ajuda a pessoa sob risco de suicídio. O contato inicial é muito importante. Freqüentemente, ele ocorre numa clínica, casa ou espaço público, onde pode ser difícil ter uma conversa particular.

  1. O primeiro passo é achar um lugar adequado, onde uma conversa tranqüila possa ser mantida com privacidade razoável.
  2. O próximo passo é reservar o tempo necessário. Pessoas com ideação suicida usualmente necessitam de mais tempo para deixar de se achar um fardo. É preciso também estar disponível emocionalmente para lhes dar atenção.
  3. A tarefa mais importante é ouvi-las efetivamente. Conseguir esse contato e ouvir é por si só o maior passo para reduzir o nível de desespero suicida. O objetivo é preencher uma lacuna criada pela desconfiança, pelo desespero e pela perda de esperança e dar à pessoa a esperança de que as coisas podem mudar para melhor.

Veja agora como você deve se comunicar:

  • Ouvir atentamente, com calma.
  • Entender os sentimentos da pessoa (empatia).
  • Dar mensagens não verbais de aceitação e respeito.
  • Expressar respeito pelas opiniões e pelos valores da pessoa.
  • Conversar honestamente e com autenticidade.
  • Mostrar sua preocupação, seu cuidado e sua afeição.
  • Focalizar nos sentimentos da pessoa.

Saiba o que NÃO fazer ao se comunicar para evitar piorar a situação:

  • Interromper muito freqüentemente.
  • Ficar chocado ou muito emocionado.
  • Dizer que você está ocupado.
  • Fazer o problema parecer trivial.
  • Tratar o paciente de uma maneira que possa colocá-lo numa posição de inferioridade.
  • Dizer simplesmente que tudo vai ficar bem.
  • Fazer perguntas indiscretas.

Neste outro artigo sobre como prevenir o risco e a tentativa de suicídio, alguns psiquiatras apontam os principais fatores de risco:

  • Tentativa anterior de suicídio, com intenção de morrer.
  • Ansiedade, depressão, alcoolismo, quadro psicótico e estado de exaustão.
  • Tentativa premeditada e ativamente preparada.
  • Disponibilidade dos meios para o suicídio (métodos violentos e letais).
  • Preocupação com o efeito do suicídio sobre os membros da família.
  • Ideação suicida verbalizada.
  • Preparação de um testamento ou cenas de despedida.
  • Crise vital próxima, como luto, cirurgia iminente ou dissolução de um relacionamento amoroso.
  • História familiar de suicídio.
  • Mudanças de condições de saúde ou estado físico.
  • Início ou cessação de medicação psicotrópica.
  • Intoxicação por álcool ou droga.
  • Melhora súbita do humor depressivo.
  • Sentimento de desesperança.
  • Família suicidogênica.
  • Precaução para evitar intervenção, como isolamento ou minimização do risco de descoberta.
  • Nenhuma ação para pedir socorro após o evento.
  • Pessoa com remorso por sobreviver da tentativa.

Referência no auxílio a prevenção do suicídio nos Estados Unidos, a IASP – International Association for Suicide Prevention possui diversas publicações que podem ajudar.

Há ainda a ONG Terapeutas Sem Fronteiras que oferece grátis serviços de apoio a emocional e terapêutico.

Neste site sobre como prevenir suicídio há diversas informações que podem ajudar a lidar com a situação.

Abaixo seguem alguns links de organizações com informações que podem ajudar a evitar que jovens cometam suicídios:

Organizações Internacionais

Sobre 

Luiz Rodrigues é estudante de Cultura Racional, dos Livros Universo em Desencanto, jornalista e especialista em marketing.


Compartilhe!