O Inferno Verde Está Fora da Natureza Divina

Paisagem do campo com pássaros e lago
Compartilhe!

A frase acima parece meio sem sentido e merece uma rápida explicação logo na segunda frase deste texto. Numa perspectiva energética, que aliás é a mais próxima da realidade, tudo que se transforma está fora do seu verdadeiro estado natural. Neste texto vamos falar do natural da natureza deformado e do verdadeiro estado natural, que é de energia.

Nesta natureza deformada, formada por sete partes — sol, lua, estrelas, água, terra, animais e vegetais — nenhum ser humano tem o direito de viver. A matéria é um ser deformado que tem princípio e tem fim. Caso você tenha alguma dúvida, deixe sua opinião ao final que faremos o possível para responder.

A Matéria é uma Massa Falida e a Natureza Divina é Eterna

O inferno verde é aqui entre os materializados. Não é somente sob a terra, nas paragens profundas, em campos energéticos bem específicos. Na vida de matéria vemos os fenômenos elétricos e magnéticos causarem cada vez mais sofrimento, morte, traições, vinganças e toda as as ruínas reunidas numa passageira existência. O homem é o maior parasita que existe sobre esta Terra por conta dos crimes hediondos que pratica contra as leis naturais.

E por a matéria ser uma massa falida é que ha á falência e o falecimento, a morte dos animais, vegetais e minerais. As transformações na natureza são conhecidas por todos. Afinal, todos sabem que nada se perde, nada se cria, mas sim tudo se transforma. Mas, veja bem, se tudo se transforma e tudo que se transforma está fora do seu natural, então conclui-se o seguinte: tudo está fora do natural, certo? Certo.

E por estar fora do seu natural, tudo é aparência, e aparências não são verdades. Impera neste mundo de matéria o progresso da degeneração em todos os pontos de vista. E isto é somente para provar e comprovar que o natural da natureza nunca poderia ser esta passageira condição material. O verdadeiro natural da natureza não se transforma, não muda do seu estado de perfeição e pureza para se transformar em algo passageiro, transitório, mutável. A matéria é uma massa falida pois ela por si mesma se destrói. Nasce, cresce, refloresce e desaparece, reduzindo-se ao nada ser.

Entenda o progresso da degeneração da seguinte forma: o filho é feito pelos restos de seu pai, que por sua vez, é feito dos restos do avô, e assim por diante. Daí as antigas gerações, sejam de animais, vegetais e minerais serem mais fortes, mais robustas do que as gerações futuras em todos os aspectos. Tudo que degenera enfraquece e desaparece.

A matéria tem início, meio e fim, e cada vez dura menos pelo progresso da degeneração. As águas dos rios tem início, meio e fim, assim como as plantações de vegetais de diversas espécies. Isso sem contar na influência dos gases venenosos na atmosfera que recaem sobre os seres vivos com o sereno noturno, enfraquecendo, pela poluição, todos estes seres.

Entenda o Progresso que vai a Regresso

Se o verdadeiro estado natural fosse a condição material, ninguém perderia a vida. Falar isso parece meio sem sentido. Mas analise com calma: qual é o vivente que deseja morrer? Ninguém. Qual é o vivente que, mesmo com doenças, abre mão de sua vida? Ninguém, mas se não nos alimentarmos, morremos.

A doença material é prova deste progresso que vai a regresso, um progresso de destruição, onde tudo vai a regresso: o progresso da degeneração. Ao invés de ir para frente, a humanidade vai para trás. Dando expansão ao livre arbítrio e alimentando as vaidades, a ganância e a ambição.

O verdadeiro natural da natureza é de energia e não de matéria. A matéria, em vegetais, animais e minerais, é um conjunto de ruínas reunidas que por si mesmas se destroem. A realidade da vida verdadeira é energia de massa cósmica pura, limpa e perfeita. Pois tudo que está fora do seu verdadeiro estado natural se transforma, ou seja, morre, deixa de ser o que era e assume outra condição fluídica elétrica e magnética. Deixar de ser o que é para ser outra coisa é sintomático da prisão material.

E já brilha no universo uma energia pura, limpa e perfeita, vinda de outras paragens desconhecidas dos habitantes da Terra, que veio mostrar a todos o caminho para voltar ao seu verdadeiro estado natural, que é de energia pura, limpa e perfeita. O verdadeiro natural da natureza é na eternidade, ao lado do verdadeiro amor de Deus.

Leia o Artigo Principal

Sobre 

Luiz é estudante de Cultura Racional dos Livros Universo em Desencanto, jornalista e rapper. Ouça nosso rap e baixe gratuitamente no Soundclod: https://soundcloud.com/filhosdoracionalsuperior

    Find more about me on:
  • facebook
  • youtube

Compartilhe!