Livros dos Espíritos: Comentando o Evangelho Segundo o Espiritismo

Compartilhe!

Neste texto vamos comentar O Evangelho Segundo o Espiritismo, livro recebido por Alan Kardec em 1863 e que revelou-se fundamental para a lapidação e evolução da humanidade aqui no mundo de matéria. As bases dos comentários feitos aqui vem do conhecimento da Imunização Racional, a Cultura Racional, que nasceu numa centro espírita chamado Tenda Espírita Francisco de Assis. É  a evolução do espiritismo.

Veja que trecho importante logo no prefácio do Evangelho Segundo o Espiritismo, de autoria do intitulado ‘Espírito da Verdade’: “Eu vos digo, em verdade, que são chegados os tempos em que todas as coisas devem ser restabelecidas no seu verdadeiro sentido, para dissipar as trevas, confundir os orgulhosos e glorificar os justos.” É verdade. Fruteira nenhuma dá seus frutos antes do tempo. E há muito chegou o tempo da evolução da natureza e do astral rumo à origem. Caso você tenha alguma dúvida, deixe um comentário.

Entenda a Lapidação do Evangelho Segundo o Espiritismo

Como dizia acima sobre O Evangelho Segundo o Espiritismo, o verdadeiro sentido para dissipar as trevas é a comunicação do mundo superior ao nosso com este chão de sofrimento e dores. Toda a humanidade e os habitantes do mundo invisível já vêem brilhar no cosmo a luz verdadeira da eternidade. E a base para o entendimento desta nova fase que entrou na natureza em 1935 veio do espiritismo e livros importantes como o O Evangelho Segundo o Espiritismo.

O verdadeiro sentido para dissipar as trevas é a luz da razão iluminando a confusão reinante do pensamento e da imaginação, duas máquinas de lapidação que a natureza criou para lapidação dos pensadores. Para que a humanidade perdesse seus nós de rudez, materialismo, brutalidade, ferocidade, traição, egoísmo, ódio e inveja.

Pois o orgulho é do inconsciente que vive esta vida aparente sem saber a sua causa: de onde veio e para onde vai, como veio e como vai. Nasce sem saber quem fez toda esta deformação e se acha dono dela. Diferente dos justos que não são indiferentes a injustiça e resumem tudo em amar ao próximo como a si mesmo e fazer o bem sem ver a quem.

E segue o ‘Espírito da Verdade’ no prefácio de O Evangelho Segundo o Espiritismo: “As grandes vozes do céu ressoam como o toque da trombeta, e os coros dos anjos se reúnem. Homens, nós vos convidamos ao divino concerto: que vossas mãos tomem a lira, que vossas vozes se unam, e, num hino sagrado, se estendam e vibrem, de um extremo do Universo ao outro.”

Desta vez, no final do século 19, a lapidação da humanidade teve grande impulso. O referido convite ao divino concerto de um extremo a outro do universo foi feito pelos guias de Kardec e prontamente aceito. O convite da natureza havia sido feito na época em que abandonamos o alfabeto de astrologia para dar expansão ao livre arbítrio.

Conheça a Continuação de O Evangelho Segundo o Espiritismo

“Homens, irmãos amados, estamos juntos de vós. Ama-vos também uns aos outros, e dizei, do fundo de vosso coração, fazendo a vontade do Pai que está no Céu: “Senhor! Senhor!” e podereis entrar no Reino dos Céus.” É verdade meus irmãos.”

Amar o próximo como a si mesmo e fazer o bem sem ver a quem. O reino dos céus está me nós pois o vínculo com a origem eterna encontra-se materializado em forma de máquina do raciocínio dentro de nossa cabeça. Sim. A origem é Racional e todos temos uma parte da eternidade em nós: esta máquina que estava adormecida a espera de sua fase que chegou em 1935.

O verdadeiro amor a que se refere O Evangelho Segundo o Espiritismo somente será obtido quando a humanidade desenvolver o raciocínio e se ligar em vida ao seu verdadeiro mundo de origem. O papel do espiritismo na evolução dos povos é inquestionável e brilhante.

O Evangelho Segundo o Espiritismo foi, e ainda é, uma lapidação importante para que quando o espírita tenha em mãos o Livro Universo em Desencanto tenha condições de compreender a evolução que houve no mundo espiritual em 1935. Pois a Cultura Racional é a evolução do espiritismo.

cta 1

Optimized-site oficial da CR

Conheça o site oficial da Cultura Racional

Sobre 

Luiz Rodrigues é estudante de Cultura Racional, dos Livros Universo em Desencanto, jornalista e especialista em marketing.


Compartilhe!