Homenagem a 23 de abril, Dia dos Guerreiros

Compartilhe!

Você sabe a diferença entre guerreiros e guardiões do plano espiritual? Os guardiões ficam em nossas casas ou onde se fizer necessário aqui no mundo material e estão sempre mantendo guarda para nos proteger de todo o mal.

Mas os guerreiros não ficam fazendo guarda aqui neste mundo. Eles, por sua vez, estão sempre em seu plano espiritual. Estão sempre atentos, estão sempre de prontidão, concentrados, preparados para, onde quer que se seja necessário, vão socorrer seus protegidos nas contendas espirituais.

Você sabe o que eles têm em comum? Ambos, cada qual na sua linha, trabalham o ano todo para que os estudantes de Cultura Racional possam ter paz e tranquilidade para estudar o Livro Universo em Desencanto e desenvolver o raciocínio.

Nós, em nosso segundo cd lançado em 2014, fizemos a música “Guerreiros”, falando desta data grandiosa. Clique no botão Play abaixo para ouvir.

Pois tudo que acontece na terra acontece primeiro no plano espiritual. E, por isso, muitos não entendem as demandas dos espíritos materialistas, que criam Estados, nações, países, grupos, facções, exércitos, gangs entre outras aglutinações de seres invisíveis que são espelhadas no comportamento dos seres humanos aqui na terra.

Guerreiros e Guardiões nos Protegem o Ano Todo

Dois exemplos bem opostos destes arranjos espirituais que refletem-se na terra tempos depois são a Inquisição da Igreja Católica e a vinda de Francisco de Assis. Com propósitos claramente opostos, onde o primeiro visava matar e o segundo visava amparar, os dois arranjos, ou negociações, são exemplos de que tudo que acontece na terra é primeiro definido no plano espiritual.

Capa do livro "Francisco de Assis", do médium João Nunes Maia, que mostra detalhes dos arranjos espirituais e seu reflexo na vida terrena

Capa do livro “Francisco de Assis”, do médium João Nunes Maia, que mostra detalhes dos arranjos espirituais e seu reflexo na vida terrena

Aliás, para quem quiser saber mais detalhes do exemplo que citei acima, sugiro a leitura com atenção do livro Francisco de Assis, escrito pelo médium João Nunes Maia.

Gostei desde livro pois, além de descrever lances desconhecidos da vida e da obra de Francisco de Assis, o “espírito” Miramez enfoca, à luz da reencarnação, a ação inestimável dos Espíritos enobrecidos, em favor da reforma íntima das criaturas.

São analisados, com riqueza de detalhes, fatos históricos como as Cruzadas e a Inquisição, bem como a sua nefasta influência nos rumos do progresso, gerando sofrimento e dor que se estendem até os nossos dias.

Por isso, salve os nossos protetores, que nos ajudam, nos salvam, nos protegem de fatos das forças das trevas do plano espiritual que nós nem podemos calcular. Fatos estes que são cortados, são combatidos e resolvidos, muitas vezes, antes mesmo que sejam materializados entre nós.

Neste texto, vamos lembrar dos Guerreiros do Astral, que nos protegem o ano todo de todo o mal. Pois o mal é o fluido elétrico e magnético inconsciente. E o bem é a linha Racional.

guerreirosNas demais religiões, como a católica, dia 23 de abril é dia de São Jorge Guerreiro. E, como dissemos noutros textos, a Cultura Racional possui o máximo respeito a todas as religiões, doutrinas e filosofias.

Para a Umbanda, dia 23 de abril é dia de homenagear Ogum, guerreiro destemido que na Bahia é identificado como São Sebastião. No candomblé, a homenagem é a Oxóssi.

Já dissemos noutros textos sobre o conceito de sofrimento como uma purificação a que estamos sujeitos por vivermos deformados neste mundo de matéria, fora do nosso verdadeiro natural.

Somos, numa comparação, como uma pedra de ouro bruto que, para sua purificação e brilho, é colocada numa mistura de ácido sulfúrico para separação dos metais não preciosos que podem estar encrustados em sua essência.

Entenda a Diferença Entre a Lapidação Natural Para Evolução e a Maldade Gratuita Para nos Destruir

O ponto é o seguinte: existe uma linha que separa a lapidação natural da natureza a que estamos sujeitos e a maldade cometida sem propósito por seres humanos que abraçam as forças ocultas elétricas e magnéticas . E através da magia negra, materializam sua perversidade por inveja, ódio, despeito, ciúmes, rancor, vingança e até sem motivo algum.

E para nos proteger destas forças das trevas que não buscam a nossa evolução através da lapidação, mas sim nossa total destruição, existem os Guerreiros. Pois existe sim a maldade. Os trabalhos de magia negra são muito antigos no mundo e já mataram milhares de pessoas.

Oferecendo comidas, dinheiro, animais e até mesmo seres humanos às energias das trevas, os seres humanos que buscam a magia negra o fazem não para sua evolução; o fazem para obter poder, fama, sucesso e para destruir seus inimigos. Tudo por motivos torpes: ganância, ambição, ódio e vingança, entre outros.

Enfim, apenas sentimentos e propósitos dos mais baixos — vibrações emanadas das profundezas das trevas, de seres que se alimentam de ódio. E é disto que os guerreiros nos protegem. Pois esta ação das forças das trevas não visam a nossa lapidação natural para obtermos a evolução. Visam apenas a destruição, o aniquilamento.

Conheça a Visão de Allan Kardec dos Guardiões

Agora que já falamos a diferença entre guerreiros e guardiões, vamos em primeiro lugar falar dos guardiões. Conheça a visão do Livros dos Espíritos, de Allan Kardec, sobre os chamados anjos, mas que vamos aqui chamar de guardiões:

“Há uma doutrina que deveria converter os mais incrédulos, por seu encanto e por sua doçura: a dos anjos da guarda.

Pensar que tendes sempre ao vosso lado seres que vos são superiores, que estão sempre ali para vos aconselhar, vos sustentar, vos ajudar a escalar a montanha escarpada do bem, que são amigos mais firmes e mais devotados que as mais íntimas ligações que se possam contrair na Terra, não é essa uma ideia bastante consoladora?

Esses seres ali estão por ordem de seu Deus, que os colocou ao vosso lado; ali estão por seu amor, e cumprem junto a vos todos uma bela mas penosa missão.

Sim, onde quer que estiverdes, vosso anjo estará convosco: nos cárceres, nos hospitais, nos antros do vício, na solidão, nada vos separa desse amigo que não podeis ver, mas do qual vossa alma recebe os mais doces impulsos e ouve os mais sábios conselhos.”

A visão de Kardec é excelente para ilustrar o ponto central deste texto. Perceba que, no caso dos guardiões, ou anjos da guarda, cabe a nós manter a sintonia com suas transmissões da mais fina energia.

Muitas vezes, nos deixamos envolver pelas confusões e correrias do dia a dia e nos perdemos entre problemas do escritório, redes sociais, entre outras distrações.

Por isso, devemos valorizar a presença dos guardiões, ouvir seus conselhos e mudar nosso procedimento para que posamos evoluir. E, sobretudo hoje, dia 23 de abril, devemos homenagear os Guerreiros. Pois hoje é o dia deles receberem formalmente nossa gratidão, nossa estima, nosso respeito, nossa consideração, nosso amor.

Cultura Racional e os Guerreiros

Na Cultura Racional encontramos um esclarecimento com base e lógica desta junção fraternal universal entre os habitantes da terra e de outras paragens ainda desconhecidas do ser humano: habitantes do mundo espiritual, que fica localizado entre a terra e o sol, e de outros mundos superiores a esses, como o Astral Superior e, muito acima, o Mundo Racional.

E graças aos Guardiões e Guerreiros, temos a oportunidade de desenvolver o raciocínio. Pois eles nos protegem das forças ocultas para que possamos nos ligar à Energia Racional, que é uma condensação de massa cósmica pura, limpa e perfeita.

Por isso, salve o Dia 23 de abril! Salve os Guerreiros. O máximo respeito é pouco a tudo a todos. Pois todos buscam redenção, entendimento, aceitação e evolução. Salve!

Optimized-cta quero encontrar o livro Universo em Desencanto


Compartilhe!

Sobre 

Luiz é estudante de Cultura Racional dos Livros Universo em Desencanto, jornalista e rapper. Ouça nosso rap e baixe gratuitamente no Soundclod: https://soundcloud.com/filhosdoracionalsuperior

    Find more about me on:
  • facebook
  • youtube

Gostou do texto?

Powered by Facebook Comments