Conhecer a Causa Básica da Violência é Suficiente para Estancá-la?

Compartilhe!

A violência é um fato recorrente e seu agravamento é crescente. Mas, será que conhecer a causa básica da violência é suficiente para estancá-la no mundo?

É sobe isso que vamos falar no post de hoje. Pois se por um lado vivemos numa época onde a violência é crescente, por outro lado cresce também a busca do ser humano pelo equilíbrio físico, mental e espiritual.

Mas será que o avanço da filosofia e da ciência, cada dia buscando decifrar os mistérios da vida e trazer equilíbrio à humanidade, são suficientes para estancar a violência no mundo?

Pois existe a violência do homem contra si mesmo e, por viver contra si mesmo, vive contra seus semelhantes. E não há efeito sem causa.

Como pode a humanidade encontrar a paz no mundo se não consegue viver em paz consigo mesma?

Como poderia a humanidade alcançar o equilíbrio e o respeito entre os povos se ainda não conseguiu alcançar o equilíbrio e o respeito a si mesma?

Afinal, viver contra si mesmo é viver contra a humanidade e contra a natureza. Pois, sim, o homem está ligado à natureza e depende dela para viver, ter paz e equilíbrio.

Natureza que nos dá o alimento, o perfume das flores e que nos inspira transmitindo os sentimentos bons de harmonia e carinho.

Quando o homem opta por ingerir alimentos industrializados ricos em sódio e gorduras hidrogenadas está semeando o mal de si mesmo.

E por semear o mal contra si mesmo, implanta o sofrimento, as dores e aumenta o seu desequilíbrio. E onde impera o desequilíbrio não pode haver paz. Há, sim, desequilíbrio, contrariedade, discórdia, brigas e violência crescente.

Mas sabemos que a vida moderna vem fazendo com que a sociedade viva cada vez mais artificialmente.

E cada vez mais ligado à tecnologia, o homem busca a distração como quem busca a felicidade,

E é este o ponto fundamental da reflexão que buscamos trazer neste momento: poderia o homem estancar a violência apenas conhecendo a sua causa básica?

Antes de explicarmos por que a causa básica da violência é a energia magnética e elétrica, vamos analisar os efeitos do que vivemos hoje.

E a partir destes efeitos, que são o desequilíbrio, a violência, as guerras, as brigas e as discussões, chegaremos à causa, à origem da causa e à fonte da origem da causa, pois não há efeito sem causa.

E para entendermos a causa da violência contra si mesmo e contra os demais precisamos compreender a origem dos pensamentos e imaginações. Pois há muito tempo que ninguém faz nada diferente do que pensa ou imagina.

Há diversos conhecimentos científicos e filosóficos que admitem a influência energética sobre a matéria orgânica.

Então, vamos admitir por um momento que o ser humano seja mesmo um centro astrológico e que, por isso, está ligado às forças naturais e do sobrenatural.

E que, como centro astrológico, o ser humano recebe influências energéticas boas e más. E que, utilizando seu livre arbítrio, teria a possibilidade de decidir o que fazer com as influências que recebe.

Então, neste contexto, teria o ser humano algum poder de escolha quando, por exemplo, recebe na sua cabeça as influências magnéticas que inspiram sentimentos ruins e, por conseguinte, ações de baixa vibração como ganância, ambição, inveja e ódio?

Outro ponto que muitos ainda não se deram conta. Por que o ser humano é testado a todo momento, recebendo comunicações que o levam a agir contra seus irmãos e contra si mesmos com vícios, maus hábitos alimentares, ansiedade e descontrole emocional?

Que força é esta que faz com que o ser humano mate seus irmãos como se fossem um nada; como se não mais tivessem valor que diamantes, ouro e petróleo?

Poderia o magnetismo e a energia elétrica influenciar o pensamento e a imaginação do ser humano?

Quem ainda desconhece a causa da violência pensa que as guerras, brigas e discussões existem apenas por causa da ganância, egoísmo e incompreensão do ser humano.

Se por um lado a causa das guerras nos últimos séculos tem sido a ganância, a origem da causa é outra.

Pois a ganância é apenas o efeito de uma comunicação transmitida pela energia magnética.

Mas por que a energia magnética tem esta missão e atuação sobre o ser humano? E para esclarecer estas dúvidas, vamos à causa básica da violência, que é a paralisação do pensamento.

Isso mesmo. A causa da desregulagem de tudo, a causa do desequilíbrio de tudo é por ter terminado a fase do pensamento.

Por isso o ser humano não encontra equilíbrio, não encontra paz interior, não encontra satisfação. E é por isso que o sofrimento é o maior brilhante do dia.

A causa da violência cometida contra si mesmo é a paralisação do pensamento. E podemos perceber isso no dia a dia.

Por mais que o ser humano saiba que é melhor ingerir alimentos naturais do que industriais, repete comportamentos destrutivos contra sua saúde.

Daí vem o enfraquecimento, o desequilíbrio e impera a inconsciência. Pois o enfraquecimento do pensamento faz com que o ser humano, mesmo sabendo dos efeitos maléficos, repita comportamentos que apenas contribuem para o enfraquecimento de si mesmo.

E assim é em tudo. Pelo avanço científico e filosófico, o ser humano pode até conhecer a causa de seus males. Mas apenas saber da causa não lhe dá força para se livrar desta causa e alcançar a felicidade e o equilíbrio.

Para combater a causa, devemos entender a origem da causa, que, via de regra, é energética. Ou seja, sente-se, mas não se vê.

E quando falamos que a causa da violência contra si mesmo e contra os demais é a paralisação do pensamento, busca-se esclarecer que a causa do pensamento é uma transmissão energética, fluídica, de origem magnética e elétrica.

E para que a humanidade encontre equilíbrio é necessário que cada homem encontre seu equilíbrio. Pois para mudar o mundo, temos que primeiro mudar a nós mesmos primeiro.

Então, para que encontrem equilíbrio de tudo, é preciso conhecer a causa básica, que é energia. É preciso conhecer a natureza invisível de forças magnéticas e elétricas.

É preciso conhecer a natureza e fase natural da natureza, que é a Fase Racional, a fase do raciocínio.

O pensamento parou de funcionar porque terminou a sua fase. Pararam as mentes, parou a regulagem natural da natureza de forças invisíveis elétricas e magnéticas.

E, daí, como não há efeito sem causa, ficaram todos desregulados e depois de desregulados, a violência contra si mesmo e contra os demais.

Por isso, a causa básica da violência é energética, é esta grande mudança que houve na natureza. E a maior consequência desta mudança, desta evolução natural da natureza é a paralisação do pensamento, por a fase do pensamento ter terminado.

Enquanto o pensamento estava em vigor, dentro da sua fase, todos viviam mais ou menos regulados. Depois que a fase terminou, todos ficaram completamente desregulados, porque na matéria tudo é assim: tem princípio e tem fim.

Sobre 

Luiz é estudante de Cultura Racional dos Livros Universo em Desencanto, jornalista e rapper. Ouça nosso rap e baixe gratuitamente no Soundclod: https://soundcloud.com/filhosdoracionalsuperior

    Find more about me on:
  • facebook
  • youtube

Compartilhe!