Entenda como o Raciocínio Amplia Nossos Sentidos

Compartilhe!

“O desenvolvimento do raciocínio através do estudo da Cultura Racional significa desenvolver uma outra forma de sentido. Culmina com a Vidência Racional — acuidade especial que nos faltava para apreciar tudo aquilo que a visão sensorial que conhecemos não pode abranger.

O sentido da visão nos permite apreciar as formas e as cores de tudo o que está em nosso entorno. Consta de um órgão principal, isto é, o olho que recebe as impressões luminosas que são conduzidas ao cérebro, onde o fenômeno acontece.

É o sentido da visão que ilumina o nosso corpo físico e, ao mesmo tempo viabiliza a aquisição de cultura, do conhecimento, do saber que ilumina a nossa mente permitindo o entendimento do mundo, de nós mesmos e da vida em geral no contexto espaço-tempo.

O Raciocínio e a Terceira Visão

Enquanto o sentido da visão tem sentido específico no plano real, concreto, o raciocínio tem a visão específica num outro plano também real e concreto, mas que está fora do alcance da visão sensorial que estamos acostumados.

O raciocínio — trata-se da célula da razão, a epífese, ou glandula pineal — faz parte do mesmo contexto, todavia, ao invés de formas e cores, a despeito do olho, é o instrumento para apreciação de tudo aquilo que está além do que o olho pode alcançar.

Importa ainda ressaltar que o raciocínio é como se fosse ainda o complemento da visão que até então fora de ação, por não ter chegado o momento propício.

Cultura Racional dos Livros Universo em Desencanto

Já vimos em textos anteriores que a CULTURA RACIONAL dos Livros UNIVERSO EM DESENCANTO é o conhecimento da nossa origem e do desenvolvimento do raciocínio.

Daí a importância em conhecer e estudar essa primazia de conhecimento, e desenvolver o raciocínio para que ele possa desempenhar em cada um de nós a sua função.

A propósito, durante a leitura das lições inéditas que constituem a CULTURA RACIONAL, fenômemo congênere ao da visão acontece, isto é, as impressões do conhecimento são conduzidas também ao encéfalo onde está sediado o raciocínio, efetivando-se assim o desenvolvimento.

A partir de então é que uma espécie de “coroa de glórias” vai se desencadeando sobre o estudante. Coroa de glórias essa que nada mais é, senão outra forma de entender a si próprio, o próximo e o mundo de maneira pluridimensional.

Equilíbrio na Vida de Matéria

Ademais, conquista-se o equilíbrio que se faz perceber do ponto de vista físico, moral e financeiro e, principalmente, a tão cobiçada paz, intríseca ao raciocínio desenvolvido.

Ter-se-á então constatado o que na CULTURA RACIONAL se chama de Vidência Racional. É quando passamos a nos conhecer, de real e de fato.

A saber quem somos, de onde viemos e para onde vamos, com base, com lógica, com provas e comprovações.”

Publicado originalmente no Jornal Racional, edição 306 – Março/2007.

Sobre 

Luiz é estudante de Cultura Racional dos Livros Universo em Desencanto, jornalista e rapper. Ouça nosso rap e baixe gratuitamente no Soundclod: https://soundcloud.com/filhosdoracionalsuperior

    Find more about me on:
  • facebook
  • youtube

Compartilhe!