13 de Maio e a Concórdia Entre os Povos

Compartilhe!

Na Fase Racional será, finalmente, alcançada a concórdia entre os povos. O mundo já passou por uma infinidade de fases. De acordo com a visão da ciência, a história do mundo não revela, com base e lógica, de onde viemos e para onde vamos, como viemos e como vamos.

Desde o surgimento da civilização, passando pela revolução agrícola, formação dos impérios na Mesopotâmia, Egito Antigo, Hebreus, Fenícios, Chineses, o homem sempre buscou encontrar paz, concórdia e harmonia.

E nesta busca foram criadas pela natureza uma série de religiões e tradições espirituais que serviram para o ser humano reduzir seu ímpeto de destruição, arrogância, ferocidade, maldade, ganância, ambição, falsidade, crueldade.

Mas é também importante dizer que durante a história da evolução da humanidade, seja através da lapidação feita através das religiões ou das filosofias, foi marcada pelo sofrimento, pelas guerras e pela escravidão dos povos pois a humanidade sempre viveu desconhecida de si mesma.

O Raciocínio vai Consolidar a Concórdia Universal

E, hoje, estamos vivendo a fase do fim da escravidão da matéria. Pois a humanidade vive presa a esta condição material de sofredor e mortal, condenado a nascer, sofrer e morrer sem saber por que.

E quando todos tomarem conhecimento da importância do desenvolvimento do raciocínio para a consolidação da concórdia universal. O pensamento e a imaginação são duas máquinas de lapidação que foram criadas pela natureza para, através do sofrimento, dos erros, da discórdia, das brigas, das guerras, da escravidão, a humanidade fosse preparada para entender a Fase Racional quando esta chegasse.

E ela chegou em 1935. Hoje, o raciocínio é o responsável pela harmonia do ser humano consigo mesmo, com todos e com tudo. E com a direção da vida estando por conta do desenvolvimento do raciocínio, será encontrado o verdadeiro sentido da libertação dessa existência material.

Chegou na Natureza a Fase Racional, a Fase dos Direitos Humanos

A paz e a concórdia estão na Terra desde 1935 quando houve a mudança de fase da natureza. E será através do desenvolvimento do raciocínio que serão, finalmente, concretizados os direitos humanos em todos os povos.

A humanidade vai aprender, através do desenvolvimento do raciocínio, a respeitar as diferenças, amar o próximo como a si mesmo e fazer o bem sem ver a quem. E esta união fraternal universal do ser humano com a sua verdadeira origem depende de nós.

Na Fase Racional, todo ser humano tem a opção de desenvolver o seu raciocínio, um processo simples e natural que se encontra ao alcance de todos.

O Livro Universo em Desencanto Desenvolverá o Raciocínio de Todos os Povos

A Cultura Racional é o conhecimento natural da natureza e está contida nas brilhantes páginas dos Livros Universo em Desencanto. E é esta sabedoria que nos conduzirá à tão sonhada liberdade. Portanto, no mês de maio, façamos esta reflexão, sobretudo hoje, dia 13 de maio, o dia da libertação da escravidão.

E através do estudo da Cultura Racional vamos ter plenas condições de compreender que a humanidade vive fora do seu verdadeiro estado natural.

E em razão do seu grande significado, o dia 13 de maio é considerado uma Data Magna, uma data de grande homenagem na Cultura Racional, onde todos os estudantes prestam suas homenagens a esta libertação da matéria.

Pois a Cultura Racional veio fazer a libertação, a religação do ser humano ao seu verdadeiro mundo de origem, o Mundo Racional, através do desenvolvimento do raciocínio.

Por isso, vamos ter atenção a esta evolução natural da natureza e procurar entender seus movimentos para que possamos viver em paz, harmonia e concórdia com tudo e todos. Então, leia o Livro Universo em Desencanto e conheça a verdadeira origem da humanidade e a liberdade real.

capa universo em desencanto

Sobre 

Luiz é estudante de Cultura Racional dos Livros Universo em Desencanto, jornalista e rapper. Ouça nosso rap e baixe gratuitamente no Soundclod: https://soundcloud.com/filhosdoracionalsuperior

    Find more about me on:
  • facebook
  • youtube

Compartilhe!

Gostou do texto?

Powered by Facebook Comments